22 de out de 2014

Compreensão Correta / Carma


Ouça com atenção...
Todos colhemos o que semeamos. As pessoas as vezes pensam em destino, mas na verdade, o termo correto seria ação e reação. Não existe o acaso. Em termos bem simples, cada causa tem um efeito, e cada efeito tem uma causa.
A mensagem é clara: toda ação produz uma reação!
De onde vem o carma? Cada um de nós é uma mistura de experiências, uma mistura em movimento, e sempre em mutação, de forças conflitantes e de hábitos.
Algumas dessas experiências estão em nossa memória, outras em nosso corpo; algumas são como bloqueios, coágulos, nós ou fios cruzados em nossa energia. Algumas dessas experiências aconteceram na semana passada; outras podem ter acontecido há centenas de anos – de acordo com a crença na reencarnação.
O certo é que cada uma dessas experiências teve um impacto e deixou uma marca que nos condiciona, provocando uma reação condicionada ou uma resposta equivalente.
Procure entender... Alguma coisa lhe acontece. Você responde com uma ação, uma palavra ou um pensamento. Essa ação deixa uma marca em sua mente (ou para ser mais preciso tecnicamente, em seu fluxo-de-ser) que cria mais carma. Quando você se acostuma a se comportar de certa maneira, ou a ser tratado de uma maneira e reagir de outra, você está condicionado. Este condicionamento é parte de seu carma. Faz lembrar o sentimento muito familiar de estar atolado na lama e ver o sulco (aquela abertura na terra) ficando cada vez mais fundo por causa do giro das rodas do carro. Quanto mais o sulco se aprofunda, devido ao uso, mais difícil é sair dele.
Podemos dizer que carma novo está sendo criado a todo instante. Quando uma pessoa age com motivação positiva, o bem é aumentado. Quando se age por motivação negativa, a negatividade é incrementada. A boa notícia é que podemos mudar nosso condicionamento para agirmos com mais sabedoria. A coisa importante a ser entendida aqui é que você não é uma vítima. Você é o senhor de si mesmo. Assim como a semeadura, será a colheita.
Vamos dar um exemplo: Talvez ontem, quando você estava fazendo o almoço, o telefone tenha tocado na hora exata em que ia colocar o vidro de picles na geladeira. Com pressa, você não prestou atenção e não fechou a tampa corretamente. Hoje, quando pega o vidro na geladeira, você segura pela tampa e cai tudo no chão – o picles, o líquido e o vidro, que se quebra em mil pedacinhos perigosos. Isto é apenas causa e feito. Não há ninguém para levar a culpa. Estas são as más notícias, mas também as boas notícias, tudo junto. Se você apanhar do chão tudo o que está esparramado com plena atenção e cuidado, não se cortará. Mas, se não prestar atenção, vai precisar de curativos. Talvez até precise de alguns pontos.
A lei do carma diz muito claramente que tudo tem implicações; cada pensamento, palavra ou ato tem um efeito. Tudo, absolutamente tudo, que dizemos, fazemos ou pensamos faz diferença.
Então coloque sua mente nesse pensamento. Carma significa condicionamento e repetição. Esta é uma mensagem de alegria e libertação, porque significa que a cada momento somos presenteados com a possibilidade de mudar o futuro. Nós mudamos, e nosso futuro muda também. Esta é a verdade. Isto é carma. Nós somos responsáveis; a alavanca de nosso destino permanece sempre em nossas mãos.

Então, por alguns instantes, observe pensamentos, sonhos, desejos, memórias que surgem e desaparecem em sua mente...
Observe, assim, a incessante atividade de sua mente, fazendo surgir inquietação, ansiedade e angústia – a cada momento...
Mas lembre-se: você é o senhor de si mesmo, o único responsável em permanecer inquieto, agitado, estressado e doente, porque você tem a opção de acalmar e descansar a mente ao respirar continuamente suave e profundamente, com plena atenção em sua respiração – momento a momento, e assim, alcançar a plena quietude e, consequentemente, uma profunda paz.
Você é o único responsável. O que plantar nesse momento, irá colher mais tarde: inquietação, estresse ou quietude e paz...

Por isso, mantenha um compromisso com o despertar e trabalhe com plena atenção, com a mente calma e tranquila...

Nenhum comentário:

Postar um comentário