19 de nov de 2010

Ardha Prana Kriya Pranayama

Ardha Prana Kriya Pranayama pode ser dividida em três fases:

Adhama Pranayama: Respiração baixa - no nível do abdômen

Sentado: Manter a coluna alinhada e as mãos repousadas sobre os joelhos. Comece expirando encolhendo o abdômen - esvazie-se completamente; ao inspirar, simplesmente esqueça-se do abdômen que naturalmente ele vai a frente.

Esse pranayama pode ser feito com ou sem rítmo:
Sem rítmo: Apenas observe a sua respiração e o movimento do abdômen.
Com rítmo: Expire contando quatro (4) tempos e inspire contando quatro (4) tempos. Conforme você sente facilidade, aumente um pouco o rítmo e introduza a retenção com ar (Kumbhaka) e a retenção sem ar (Sunyaka). Não esqueça de pedir sempre orientação a um Guru ou a um Professor de Yoga experiente.

Madhyama Pranayama: Respiração média - no nível das costelas

Sentado: Manter a coluna alinhada e as mãos repousadas sobre os joelhos. Comece inspirando expandindo as costelas - você pode colocar suas mãos (dedos voltados para frente) sobre as costelas para sentir o movimento da respiração. Ao expirar, esvazie-se.
Nesta variação procure não movimentar o abdômen e nem a região peitoral.

Esse pranayama pode ser feito com ou sem rítmo:
Sem rítmo: Apenas observe a sua respiração e o movimento das costelas
Com rítmo: Expire contando quatro (4) tempos e inspire contando quatro (4) tempos. Conforme você sente facilidade, aumente um pouco o rítmo e introduza a retenção com ar (Kumbhaka) e a retenção sem ar (Sunyaka). Não esqueça de pedir sempre orientação a um Guru ou a um Professor de Yoga experiente.

Uttama Pranayama: Respiração alta - no nível do peito

Sentado: Manter a coluna alinhada e as mãos repousadas sobre os joelhos. Comece inspirando expandindo o peito

Nesta variação procure não movimentar o abdômen e nem a região das costelas.

Esse pranayama pode ser feito com ou sem rítmo:
Sem rítmo: Apenas observe a sua respiração e o movimento de expansão do peito
Com rítmo: Expire contando quatro (4) tempos e inspire contando quatro (4) tempos. Conforme você sente facilidade, aumente um pouco o rítmo e introduza a retenção com ar (Kumbhaka) e a retenção sem ar (Sunyaka). Não esqueça de pedir sempre orientação a um Guru ou a um Professor de Yoga experiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário