23 de out de 2014

Mente Atenta e Ignorância II


Dissemos no último encontro, que a prática da Mente Atenta ou Plena Atenção, consiste em não permitir que nossa mente se afaste do nosso corpo e coração no momento presente; não se afaste da realidade, se distraindo ou se perdendo em pensamentos...
O segredo da prática da Mente Atenta ao corpo, por exemplo, é penetrar tão profundamente na experiência que temos com o nosso corpo que seja impossível dissociar a nossa mente da própria experiência.
Se você tomar uma xícara de chá com a mente longe, divagando sobre o futuro ou o passado, você não saberá bem qual o sabor do chá que ingeriu e, mais adiante, talvez nem sequer consiga lembrar de que provou tal chá. Mas se você tomar seu chá com a mente junto ao corpo e coração, penetrando cada pequeno gole com consciência, totalmente presente, então isso será inesquecível. Além de estabelecer maior contato com a realidade enquanto ela acontece, você estará em contato com o chá. Em contato íntimo com você mesmo e com o chá, não há mais distanciamento nem separação. Perceba, não há espaço ou uma porta para a ignorância entrar. Você e o chá são um e o mesmo, inseparáveis, assim como oceano, sal e gota.
Então você estará em contato não apenas com o chá, mas com as nuvens também, pois sem nuvens, não pode haver chá. Beber o chá é beber a nuvem. Beber o chá é ser uma nuvem. No seu gole de chá, você estará em contato com o sol, pois sem o sol e seu calor, as nuvens não podem subir aos céus para que haja chuva. Através de um gole de chá, você se vê inseparável da nuvem, da chuva e do sol.
Então, se mantiver a mente atenta, beber uma simples xícara de chá, totalmente presente, é ser chá, nuvens, sol, plantas e, se puder abrir bem os seus olhos transcendentes, você verá que beber chá é tocar a terra, seus nutrientes, os rios, os seres e assim por diante.
Olhando com Plena Consciência, totalmente presente, mente corpo e coração juntos, você estará em profunda e íntima conexão consigo mesmo e com o universo.
Beber uma simples xícara de chá é estar em contato claro e nítido com toda a realidade. É tocar profundamente o seu ser, a sua essência, a sua vida, e esticar a sua mão para tocar a realidade bem assim como é.
Olhando para a sua xícara de chá, você vê a si mesmo como sendo todas as coisas, pois todos os fenômenos são absolutamente inseparáveis e estão simultaneamente presentes uns nos outros.
O universo inteiro cabe num gole de chá. Finalmente, você consegue vislumbrar, desfrutar e tocar as maravilhas da vida. Um profundo, vasto e incomensurável amor habita o universo inteiro quando vislumbrado sob a luz da Plena Atenção.
Mente Atenta é um meio para que cada um de nós chegue aqui, ao momento presente, e possa tocar o amor puro e verdadeiro que nos constitui, que nos anima e que nos habita.
Mente, corpo e coração sempre juntos, no momento presente, além de trazer você de volta ao aqui e agora, além de trazer você de volta à realidade última e à totalidade do seu ser, faz você perceber que, quando cometemos ações negativas, estamos, de fato, desligados, distraídos, distantes, desconectados de nós mesmos e da nossa essência feliz - estamos imersos em pensamentos e ilusões passadas e futuras, e verdadeiramente, não sabemos o que estamos fazendo.
A prática de Mente Atenta pode nos religar, pode nos conduzir à visão iluminada, não contaminada pela ignorância, a qual está e sempre esteve disponível, mas que somente é atingida quando se consegue restabelecer o contato com nosso verdadeiro ser.


Por alguns instantes, pratique a Mente Atenta na respiração, observando com Plena Atenção o ar que está entrando e saindo pelas narinas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário